Alfa orienta associados sobre plantio de milho

Publicado em 01 de agosto de 2018

Comentário(s)

Leia mais na edição de agosto da Revista Cooperalfa

Começou em julho, na área de ação da Cooperalfa, a semeadura da Safra de Milho 2018/19 e a Cooperalfa, através de sua assistência técnica, chama atenção para algumas práticas essenciais, como o preparo do solo a partir da análise química e da expectativa de colheita do produtor. O nível de tecnologia aplicado depende dessas duas variantes.

Este ano, em toda a área de ação da Cooperalfa, existe projeção de aumento de plantio de aproximadamente 10%, em relação à safra passada. Em São Miguel do Oeste o incremento da área de milho deverá variar entre 10% e 15%. O associado daquela filial, empresário e técnico em mecânica de trator e plantadeira, Moacir Divino Von Dentz, possui um total de 165 hectares de lavoura (90% arrendados) e sempre destinou de 20% a 30% da área para a cultura do milho. “Este ano estou esperando o término da colheita safrinha e, dependendo do preço firmado em contrato futuro com a Cooperalfa, destinarei até 50% da área para o milho”, revelou o produtor.  Apesar da indefinição de mercado (dólar/safra mundial/custo de produção) para a aquisição dos insumos, esta safra se apresenta mais favorável para o milho, com preço bem melhor que aquele praticado no ano passado. No fim de junho, Moacir já havia adquirido todo o adubo, ureia e secante necessários para as suas lavouras. Só faltava definir a área de milho, para comprar a semente.

O gerente da Cooperalfa de São Miguel do Oeste, Sezer Bellei, está otimista com relação à safra de milho deste ano, que deverá ocupar 1.700 hectares na área de abrangência da filial, o que representa pelos menos 10% a mais de área plantada. O gerente citou Moacir como um bom exemplo de gestão, planejamento e eficiência. “Ele faz tudo que cabe a ele e tem plena consciência da importância do uso de tecnologia de ponta e manejo adequado, para ter bons resultados”. Além disso, segundo Bellei, o associado não deixa para adquirir os insumos de última hora, afim de evitar contratempos de logística. “Estamos negociando com ele o contrato futuro de milho, e a expectativa é de uma safra muito boa”. O técnico Leonardo Binsfeld reconhece que o produtor de hoje anda muito mais atualizado e só não se informa quem não quer, porque na Alfa eventos técnicos não faltam. “Além da assistência técnica à disposição do quadro social”.




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC