Pesquisadores descobrem variedade de trigo sem glúten

Publicado em 28 de junho de 2018

Comentário(s)

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Biotecnologia Vegetal da Agricultura Sustentável (IAS), o Conselho Superior de Investigação Científica Córdoba (CSIC) descobriu uma variedade de trigo que não contém glúten em sua composição. Essa pode ser uma alternativa para a preparação de alimentos para aqueles que desenvolveram intolerância ao componente e não podem consumir alimentos feitos com a farinha de trigo tradicional.

De acordo com a pesquisa, que foi publicada na revista Food Chemical Toxicology, a nova variedade possui características nutricionais semelhantes ao trigo convencional. Elas são obtidas através das proteínas gliadinas  e  gluteninas, que são justamente as que causam a doença celíaca, que ainda não tem cura conhecida.

Porém, os cientistas conseguiram reduzir entre 95% e 98% dessas substâncias na linha transgênica E82 sem que houvesse a perda de qualidade do produto, o que é possível através do aumento de globulinas . Francisco Barro, pesquisador e autor do artigo, além da variedade ser uma matéria-prima que pode ser consumida pelos celíacos, ela também terá um custo bem menor do que os alimentos produzidos exclusivamente sem adição de glúten.

"Com a nossa proposta, as gliadinas são reduzidas, a principal causa da doença, entre 95 e 98%, por isso obtemos a matéria-prima adequada para o consumo de celíacos com a mesma qualidade de processamento e com menor custo", explica ele.

Isso pode ser comprovado por experiências realizadas durante 90 dias com 100 ratos divididos em cinco grupos diferentes, onde metade pertencia ao sexo feminino e a outra ao masculino. Durante esse tempo, parte deles foi alimentado com a variedade de trigo convencional e a outra com a linha transgênica, o que permitiu verificar que não há qualquer efeito colateral ou contraindicação no consumo da variedade.

Agora, o próximo passo da pesquisa é realizar testes práticos com a participação de voluntários celíacos a fim de possibilitar sua futura comercialização.

Fonte: Agrolink




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC