Prêmio e preço externo recuam e limitam altas da soja no Brasil

Publicado em 21 de maio de 2018

Comentário(s)

A forte alta do dólar nos últimos dias gerou expectativas de valorização da soja no Brasil, tendo em vista que o câmbio elevado favorece as exportações. No entanto, segundo pesquisadores do Cepea, as quedas nos valores do grão na CME Group (Bolsa de Chicago) e dos prêmios de exportação brasileiros limitaram os aumentos dos preços da oleaginosa no mercado doméstico.

Com isso, vendedores optaram por não negociar a preços menores, reduzindo a liquidez interna. A moeda norte-americana subiu expressivos 3,9% entre 11 e 18 de maio, indo para R$ 3,74 na sexta-feira, 18, o maior valor desde março de 2016. Nesse período, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) e o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiram ligeiro 0,5%, a R$ 85,82 e a R$ 80,29/saca de 60 kg, respectivamente, na sexta-feira, 18.

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC