Safra 17/18 Brasil: novo recorde na soja, enquanto milho recua

Publicado em 04 de abril de 2018

Comentário(s)

De acordo com a INTL FCStone, a safra 2017/18 de soja brasileira deve registrar recorde de produção com 115,9 milhões de toneladas. Para o milho, as novas estimativas apresentaram uma leve queda.

Soja

A safra 2017/18 de soja brasileira deve registrar recorde de produção com 115,9 milhões de toneladas. Os números são estimados pela Consultoria INTL FCStone, que revisou suas previsões nessa terça-feira, 03 de abril e apontou um aumento 2,7% frente ao que foi divulgado em março, o que significa também 1,87 milhão de toneladas acima do ciclo anterior.

A produtividade média esperada para o Brasil foi aumentada para 3,31 toneladas por hectare e a exportação dos produtos deve bater o nível recorde de 69,5 milhões de toneladas. Ana Luiza Lodi, Analista de Mercado do grupo, explica que, mesmo os problemas no Sul do País não foram capazes de abalar os bons resultados da produção em geral. “Os estados da região Centro-oeste e do Matopiba (região compreendida pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) estão apresentando um resultado excepcional, ultrapassando, inclusive, o alcançado na safra passada”, destaca.

Milho

Para a primeira safra de milho 2017/18, as novas estimativas apresentaram uma leve queda, passando de 23,4 para 23,37 milhões de toneladas. Segundo Lodi, a diminuição foi impactada por um pequeno corte que aconteceu na produtividade do Paraná e também ficou abaixo do alcançado na primeira safra 2016/17. “A queda considerável da produção de verão em relação ao ano passado foi majoritariamente condicionada pelo recuo da área plantada, com os produtores dando preferência para a soja, após o recorde de produção de milho ter pesado muito sobre os preços do cereal”, avalia a analista.

Já no caso da segunda safra de milho 2017/18, o balanço da INTL FCStone informa que a produção deve ser de 63 milhões de toneladas, com um aumento decorrente do maior número de áreas plantadas. O balanço de oferta e demanda também deve ser maior, com estoques elevados e possibilidade de mudança devido à quebra da safra argentina.

Fonte: Agrolink




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC