Preços do milho começam a despencar no Brasil

Publicado em 24 de abril de 2018

Comentário(s)

De acordo com levantamento da T&F Consultoria Agroeconômica, houve nova queda nos preços do milho no mercado físico no interior do Brasil, com exceção aos estados do Norte do País. “Com as constantes notícias negativas sobre a demanda de milho no Brasil, os preços começaram a despencar, como era previsto, quando os vendedores começassem a vender. Anunciamos isto diversas vezes”, ressalta o analista Luiz Fernando Pacheco. 

“Embora alguns vendedores ainda tapem os olhos e continuem pedindo preços ao redor de R$ 40,00/saca, a realidade do país não é mais esta, com raríssimas exceções (no Sul, apenas Vacaria continua com este preço e no norte, em Irecê, Bahia). Nas demais localidades os preços entre 1% e 9%. As menores quedas ocorreram no MS, porque é um estado exportador de milho e os seus preços foram se adaptando regularmente, à medida em que os negócios iam se realizando”, completa o especialista.

De acordo com o analista da T&F, as principais causas desta queda, são conhecidas: Anúncios de leilão pela Conab; Incapacidade das fábricas de ração de suportar preços tão elevados; Grande disponibilidade em mãos dos vendedores; Chegada de milho novo da safra de verão.

“De nossa parte acreditamos que os níveis de preço ainda estejam satisfatórios, a julgar pelos percentuais de lucro dos agricultores que, apesar de estarem em queda, ainda estão de causar inveja a qualquer investidor do mercado financeiro. Acreditamos que haja espaço para uma queda, entre 1% e 3%, não mais que isto, a curto prazo, porque a produção de milho safrinha não está consolidada e poderá apresentar surpresas a médio e longo prazo”, conclui Pacheco. 

Fonte: Agrolink




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC