Problemas na safra argentina abrem oportunidades

Publicado em 08 de fevereiro de 2018

Comentário(s)

Redirecionamento da demanda internacional pode vir para o Brasil.

As cotações da soja tiveram na quarta-feira (07.02) mais um dia de ganhos nos preços do mercado físico brasileiro, independente da realização de lucros verificada na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, em média os preços subiram 0,29% nos portos e 0,85% no interior do País.

Segundo o analista da T&F, Luiz Fernando Pacheco, apesar da forte alta do dólar nesta quarta-feira (mas também por causa disto) e os prêmios da soja brasileira caíram em Paranaguá e subiram em Santos.

“Com a possibilidade cada vez maior de fortes quebras de safra da Argentina - maior exportador mundial de farelo e óleo de soja, as indústrias brasileiras estão percebendo uma excelente oportunidade para assumirem este vácuo e escoarem os seus subprodutos, também no mercado internacional”, diz ele.

Para Pacheco, há dois fatores beneficiando o Brasil: “A curto prazo, existe a greve de caminhoneiros, que impede o embarque de grãos e subprodutos na Argentina. Já no médio e longo prazos, com o redirecionamento da demanda internacional de óleo e farelo para o Brasil”.

“O principal problema das indústrias é o escoamento do farelo, já que as fábricas de ração brasileiras estão reduzindo os seus pedidos. Mas, se conseguirem elevar as exportações este problema ficaria parcialmente resolvido. O mesmo se diga do óleo, que já teve um aumento da demanda via uso como componente do biocombustível no Brasil e que poderá ver aumentada a demanda de exportação a médio e longo prazos. Tudo isto fortalece a posição das indústrias esmagadoras”, conclui.

Fonte: Agrolink




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC