Retrospectiva: os preços de frango, boi e suíno vivos em 2017

Publicado em 18 de janeiro de 2018

Comentário(s)

No ano que passou apenas o suíno alcançou preço médio superior ao de 2016, obtendo valorização que, inclusive, superou a inflação do período. Ou seja: o desempenho do frango vivo, boi, milho e farelo de soja esteve aquém do registrado no ano anterior.

Porém, até o ganho obtido pelo suíno vivo é ilusório. Pois, analisada a evolução de preços dos cinco produtos em um prazo mais dilatado (por exemplo, três anos), constata-se que todos vêm ficando aquém da inflação. Por sinal, a segunda pior evolução é, justamente, a dos suínos, cujo preço médio nominal em 2017 ficou menos de 1% acima do registrado em 2014.

Nesta comparação, a perda maior fica com o farelo de soja, que em 2017 foi negociado por um preço médio quase 12% inferior ao registrado em 2014. Ou seja: para os usuários dessa matéria-prima as super safras de soja vêm fazendo bem.

Em menor escala, isso se aplica também ao milho, cuja evolução de preços em três anos superou a obtida pelos seus principais consumidores, o frango e o suíno.

Fonte: AviSite




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC