Cooperalfa gera desenvolvimento técnico, social e econômico

Publicado em 29 de junho de 2017

Comentário(s)

Em 1º de julho é comemorado o 95º Dia Internacional do Cooperativismo. Este ano, com o tema: “Cooperativas garantem que ninguém fique para trás”. Só Santa Catarina, Estado onde a Cooperalfa foi fundada, tem 2,1 milhões de associados em 256 cooperativas. Com isso, um a cada três catarinenses faz parte do sistema.

Para Edilamar Wons, 2º Vice-Presidente da Cooperalfa, é difícil imaginar o setor agropecuário sem a atuação das cooperativas. “Faço parte do sistema há mais de 30 anos e tenho acompanhado os resultados econômicos e sociais gerados por essas entidades”. Ele reforça como diferencial das cooperativas os investimentos no desenvolvimento das pessoas e comunidades, buscando gerar renda e qualidade de vida. “Principalmente em Santa Catarina, onde a base produtiva é a agricultura familiar, as cooperativas exerceram um papel fundamental no desenvolvimento técnico e humano ao longo das últimas décadas”.

O ano de 2017 é muito especial para a Cooperalfa, salienta Wons. A cooperativa, fundada em 29 de outubro de 1967 por 39 agricultores da região de Chapecó deve fechar o ano com recordes. “Hoje estamos com 18.359 associados. Pelas projeções, até dezembro, devemos formar uma família com mais de 20 mil associados”. Wons destaca ainda a atuação em 147 municípios de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, gerando 2.944 empregos diretos. Os números são do dia 28 de junho de 2017.

No setor agropecuário, a Cooperalfa é a quarta maior cooperativa brasileira e a maior em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Faturou em 2016 R$2,6 bilhões e projeta R$ 3 bilhões para 2017. Além dos benefícios gerados para seus associados, a atuação das cooperativas é essencial para pequenos municípios cuja principal fonte de renda é a agropecuária. “Associados, funcionários e comunidade sentem um grande orgulho pela história construída pela Cooperalfa”, afirma o diretor.

Wons destaca o reconhecimento com relação à atuação das cooperativas agropecuárias, que abrangem da produção da matéria-prima à industrialização. “A Cooperalfa integra o sistema Aurora, uma marca forte que leva os produtos da agricultura familiar para o Brasil e dezenas de outros países. Temos orgulho em dizer que a terceira maior agroindústria nacional é uma cooperativa e, através dela, nossos produtos estão diariamente na mesa de milhares de famílias”.

“Cooperativas garantem que ninguém fique para trás”

Com relação ao tema deste ano do Dia Internacional do cooperativismo, Wons salienta que “as cooperativas geram inclusão e igualdade através da forma como trabalham”. Para o diretor, ao longo de seus 50 anos, a Cooperalfa tem feito isso. “Através da assistência técnica os associados têm acesso às novas tecnologias. Promovemos cursos e palestras para que nosso quadro social esteja sempre muito bem informado, sempre visando o desenvolvimento técnico, humano e ampliação da renda na propriedade”. Com renda, acredita Wons, o agricultor investe na sua propriedade e na sua qualidade de vida.

Wons destaca ainda as ações de educação promovidas pela Cooperalfa. “Desenvolvemos um amplo trabalho social, através de programas de formação de jovens, mulheres e da família como um todo”, exemplifica. “A continuidade da cooperativa depende de um jovem bem informado e consciente de seu papel na família, na sua profissão e no sistema cooperativo”, ressalta. “Temos que lembrar sempre da importância da mulher na família e na sociedade. Por isso, temos um trabalho especial para elas”.

Olhar para frente

Além de comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo e os 50 anos da Cooperalfa, Wons relata que este é um momento importante também para projetar o futuro da cooperativa. “A Alfa tem uma estrutura pronta, mas sua continuidade depende das pessoas que a integram. Por isso é tão importante os investimentos em programas de formação para jovens, mulheres e da família como um todo”.

Além disso, Wons conclama os associados a estarem cada vez mais próximos da Cooperalfa. “A participação dos associados é muito importante, seja nos eventos sociais, técnicos assembleias e, claro, realizando seus negócios com a cooperativa”. Aos colaboradores, Wons salienta a dedicação necessária para atender os associados. “Para que ele se sinta bem. Afinal, a cooperativa é a segunda casa de seu associado”.

Dia Internacional do Cooperativismo 2017 celebra inclusão

“Cooperativas garantem que ninguém fique para trás”. Este é o tema do 95º Dia Internacional do Cooperativismo definido pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI). A data é celebrada, mundialmente, sempre no primeiro sábado do mês de julho. Neste ano, portanto, a celebração ocorrerá em 1º de julho.

O tema foi escolhido pelos integrantes da Comissão para a Promoção e Progresso das Cooperativas (COPAC), atualmente presidida pela Aliança. O grupo votou unanimemente, considerando a convergência do tema com, pelo menos sete dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, adotados pela Organização das Nações Unidas (ONU). São eles:

- Erradicação da pobreza;

- Fome zero e agricultura sustentável;

- Saúde e bem-estar;

- Igualdade de gênero;

- Indústria, Inovação e Infraestrutura;

- Vida na água;

- Parcerias e meios de Implementação.




Comente


Leia também

Conhecer para Cooperar

02 de setembro de 2016

Dia Nacional do Campo Limpo envolve 1.200 crianças em Chapecó

18 de agosto de 2016

Cooperalfa reuniu quadro de lideranças em agosto

14 de outubro de 2016

Gestão das propriedades em Ipuaçú

23 de agosto de 2016

As oportunidades da crise

01 de setembro de 2016

Identificada nova praga de pastagens em Santa Catarina

23 de agosto de 2016

Cooperalfa inicia o ano do seu cinquentenário

05 de janeiro de 2017

Contatos Cooperalfa

Contatos dos setores

Trabalhe na Cooperalfa

Ligar para matriz
(049) 3321-7000

Av. Fernando Machado, 2580-D
Passo dos Fortes
Chapecó / SC